Sunday, January 15, 2012

Análise de livros didáticos no ensino de língua portuguesa em Timor-Leste

Em um post anterior, intitulado O ensino de português em TL: análise dos livros didáticos(http://easttimorlinguistics.blogspot.com/2011/11/o-ensino-de-portugues-em-tl-analise-dos.html), publiquei o resumo de uma comunicação de minha autoria apresentada ao II ENILL (Encontro Interdisciplinar de Língua e Literatura), na UFS (Universidade Federal de Sergipe). 

Recentemente, foram publicados os anais do congresso e a versão escrita completa da comunicação O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA EM TIMOR-LESTE: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS consta no segundo volume destes anais e pode ser baixada nos seguintes links:

Começo, desta maneira, este ano de 2012 oferecendo mais uma contribuição aos leitores do blogue e aos interessados nos estudos linguísticos de Timor-Leste. 

Aguardem que virão mais postagens com boas notícias...

4 comments:

Anonymous said...

Sendo uma das autoras do "Beiro Português" e consciente das várias fragilidades que este apresenta, gostaria apenas de esclarecer que o mesmo pretendeu responder à necessidade de contextualizar na cultura leste timorense a aprendizagem da língua portuguesa.(uma didática contextualizada, avant la lettre!) Foi essa aproximação que tentámos fazer, com o recurso a textos de autores autóctones, alguns, talvez, em excesso.É um manual que peca por falta de uma progressão adequada, mas que queria propor textos com diferentes níveis de dificuldadde, numa época em que a maioria dos professores ensinava com manuais de português, língua materna. Finalmente, refiro-me ao público...demasiado vasto! Foi um manual, "de momento", daí a sua aprovação pelo Banco Mundial.

Davi B. de Albuquerque said...

Cara autora,

fico agradecido com sua leitura do trabalho e comentário.

Concordo consigo que a publicação possui suas fragilidades, como todas as outras, já que o conhecimento é algo em constante construção.

Todavia, espero ter deixado claro em meu artigo que o livro 'Beiro Português' era livro base para o ensino de português em Timor-Leste por professores brasileiros e posso afirmar que como tal se mostrou excelente, cumprindo sua função.

Porém, o que quis enfatizar era que com a limitação de recursos dos professores brasileiros, que dispunham, na maioria das vezes, somente desta obra como material didático único a ser usado em sala de aula, este não conseguiu atingir seus objetivos, nesta situação específica, principalmente com turmas iniciantes.

Já minha experiência, com turmas intermediárias e avançadas de língua portuguesa em Timor-Leste, revelou que o livro é útil muito mais para este público-alvo.

Atualmente, ainda recomendo 'Beiro Português' como livro a ser usado, somente com as ressalvas mencionadas acima. Assim, espero ter sido mais claro e sucinto em relação a minha análise.

Att.

Anonymous said...

Professor,
concordo com o que li. Pretendi apenas corroborar as suas afirmações e explicitar " seu tempo" do Beiro navegar. É um manual datado que pode, como qualquer outro suporte didatico, ser re-utilizado.
Aqui tb entra a formação do docente...Obrigada pelos artigos que nos tem oferecido. Estou a trabalhar num projeto de investigação sobre Política Linguística em contextos plurilingues, o caso específico da escola em Timor Leste, pelo que os seus artigos têm constituído matéria de reflexão.
Aguardando mais material...
L.

Davi B. de Albuquerque said...

Cara autora,

atualmente desenvolvo meu doutoramento sobre a variedade do português falada em Timor-Leste. Farei uma abordagem ecolinguística, onde contemplarei fatores socilolinguisticos, de contato de línguas e de política linguística.

Por isso, estou a desenvolver alguns artigos na área de política/planejamento linguístico. Porém, estes são voltados mais para discussões teóricas que práticas.

Solicito gentilmente que a autora entre em contato comigo por e-mail (albuquerque00@hotmail.com) para podermos conversar mais sobre estes e outros assuntos.

Grato,

Cumprimentos.