Wednesday, April 23, 2014

Manuscritos do século XVIII sobre o português em Timor

Acabou de sair o mais novo artigo de minha autoria, intitulado Manuscritos do século XVIII sobre o português em Timor. O artigo foi publicado na Revista de Filologia e Linguística Portuguesa, da Universidade de São Paulo (USP), no volume 15, número 2, do ano de 2013. 

Esta publicação dá continuidade a minha pesquisa sobre a língua portuguesa em Timor-Leste. Neste artigo, procuro traçar as possíveis origens da variedade da língua portuguesa falada em Timor, investigando documentos, datados do século XVIII, escritos em português pelos timorenses. Assim, este trabalho acaba por relacionar diferentes áreas, abordando temas da história, da filologia, do contato de línguas, da crioulística e da dialetologia.      

O artigo pode ser baixado aqui e aqui, e o resumo pode ser lido abaixo:

O presente artigo tem como objetivo analisar traços históricos e linguísticos em documentos de origem holandesa, que datam do início do século XVIII, existentes sobre a língua portuguesa na ilha de Timor. Estes documentos estão localizados no Arsip Nasional (ANRI) ‘Arquivo Nacional’ em Jakarta, Indonésia, e no Koninklijk Instituut voor Taal-, Land- en Volkenkunde (KITLV) ‘Instituto Real Holandês de Estudos do Sudeste Asiático e Caribe’ em Leiden, Holanda. Os documentos holandeses não foram escolhidos de maneira aleatória, a justificativa para a escolha está baseada na escassez de análises existentes sobre essas fontes históricas, quando comparadas à documentação portuguesa, que vem sendo extensamente estudada desde o século XIX por historiadores portugueses e, em menor extensão, por filólogos também de origem portuguesa. Os documentos localizados no arquivo indonésio, que serão o objeto da análise, datam da primeira metade do século XVIII, período no qual ocorreu grande migração lusófona para a ilha de Timor. Já os documentos localizados na Holanda datam do início do século XVIII e serão usados somente para reiterar a análise efetuada, como evidências adicionais. Assim, em (2), serão apontadas as principais características descritas para a variedade da língua portuguesa falada atualmente em Timor-Leste, conhecida como Português de Timor-Leste (PTL), e, em (3), o corpus textual já mencionado será analisado, buscando informações históricas e evidências linguísticas que possam contribuir para um melhor entendimento da origem, formação e desenvolvimento do que hoje veio a ser tornar a variedade da língua portuguesa falada em Timor-Leste. Finalmente, em (4), estão as considerações finais a respeito da análise efetuada.


1 comment:

IBU WINDA DI GARUT said...
This comment has been removed by a blog administrator.